Bem vindo ao site do Clube de Ténis de São Miguel

Clube de Ténis de São Miguel

O clube na web:



Campeonatos Regionais de Juniores Micaelenses na linha da frente

Vasco Martins, Tiago Sousa, Gonçalo Ribeiro e Diogo Melo são os principais candidatos à vitória no Campeonato Regional de Juniores (sub-18) que teve início sábado e irá decorrer até amanhã (segunda-feira) no Clube de Ténis de São Miguel. Nos femininos a prova terá também grande emotividade uma vez que se apresentam em campo as quatro atletas que melhores resultados têm vindo a obter ao longo de 2006: Carina Aguiar, principal favorita à vitória, Rita Gouveia, cabeça-de-série nº2, Steffi Ringleberg, nº17 nacional e Brites Soares, esta sem ranking nacional, mas da qual se espera que venha a demonstrar as qualidades que fazem dela a tenista açoriana mais internacional da actualidade. Torneio 25 de Abril- Faro Selecção Regional em Faro Entretanto deslocou-se a Faro a Selecção dos Açores de Seniores, constituída por Vasco Martins, Simão Medeiros, Bruno Ávila, Tiago Sousa e Rita Gouveia. O objectivo era ganhar ritmo para a participação no Campeonato Nacional de Equipas da 3ª divisão, que terá início na próxima sexta-feira e na qual a equipa do Clube de Ténis de São Miguel, constituída pelos quatro melhores jogadores açorianos da actualidade, defrontará o Clube de Ténis do Barreiro e o Clube Desportivo Brasileiro Rouxinol, em jornada dupla a realizar no Continente. O Torneio de Faro apresentou-se com um bom leque de jogadores, tendo os açorianos defrontado jogadores de muita qualidade e com um elevado ritmo competitivo, fruto dos muitos torneios que todas as semanas podem disputar, ao contrário dos tenistas micaelenses, que por viverem em ilhas estão bastante mais limitados. Vasco Martins foi o primeiro a entrar em campo, defrontando um jogador que, há partida, era um desconhecido mas que se veio a revelar demasiado forte para as aspirações do atleta micaelense. Depois de perder o primeiro set por 6/3, Martins ainda conseguiu levar a disputa do segundo set a um tie-break onde usufruiu de vários pontos para fechar o set, sem no entanto ter conseguido concretizá-los. A derrota acabou com os parciais de 6/3;7/6. Bruno Ávila, o segundo açoriano a entrar em campo, defrontou um tenista brasileiro que representa o Clube de Ténis de Évora, e acabou por perder de uma forma muito parecida à de Martins. Tendo usadoo primeiro set para adquirir o ritmo necessário para este tipo de Torneios, Ávila encontrou um ténis mais perto do seu melhor já no decorrer da segunda partida e chegou mesmo a usufruir de dois pontos para levar o jogo a uma terceira e decisiva partida, quando vencia por 6/5, 40/15. No entanto, alguma falta de sorte, e a não conclusão de pontos-chave, fizeram com que o brasileiro acabasse por levar a melhor pelos parciais de 6/2;7/6. Tiago Sousa e Simão Medeiros, os outros dois jogadores em prova, tiveram quadros mais favoráveis e encontraram adversários acessíveis na primeira ronda, vencendo facilmente os seus encontros. As dificuldades chegaram apenas na segunda ronda. Tiago Sousa, vice-campeão regional de juniores, defrontou um antigo Campeão Nacional de Juniores, que começa agora a dar os seus primeiros passos no Circuito Profissional: José Ricardo Nunes, do Clube de Ténis de Faro. E se em Outubro de 2005, quando se defrontaram no Torneio Fundadores, em São Miguel, Sousa chegou a estar a vencer por 3/1 na segunda partida, desta feita não conseguiu suster o ritmo bem mais forte do seu adversário e acabou por perder por 6/0; 6/2. Já Simão Medeiros defrontou na segunda eliminatória Gonçalo Pereira, um jogador mais novo, com potencial mas perfeitamente ao seu alcance como aliás veio a ficar provado ao longo de todo o encontro. Simão entrou bem, ganhou o primeiro set, mas na segunda partida o seu adversário começou a jogar melhor aproveitando bem os erros do tenista açoriano e a falta de ritmo competitivo que nas alturas importantes vem sempre ao de cima. No terceiro sets o açoriano tentou vir para a frente mas Gonçalo Pereira falhou muito pouco e acabou por triunfar por 5/7;6/3;6/2. No sector feminino Rita Gouveia atingiu os quartos-de-final tendo sido eliminada por Bárbara Elias por duplo 6/3. No final do Torneio os jogadores açorianos foram unânimes em reconhecer que a falta de ritmo competitivo é o maior entrave à evolução, tanto dos seus resultados como das suas capacidades técnicas que, não ficando atrás das dos seus adversários, carecem de muito mais jogos ao mais alto nível. Sábado, 29 Abril, 2006

Reserve já o seu campo. Para tal, tem que estar registado.

Reservar Já
Web Development © Via Oceânica 2009 - Todos os direitos reservados.